Autor: Assessoria Prefeitura Sertãozinho

PREFEITO PARTICIPA NA CÂMARA MUNICIPAL DE AUDIÊNCIA PÚBLICA SOBRE SEGURANÇA

No último dia 19 de outubro de 2018, ocorreu na Câmara Municipal de Sertãozinho uma Audiência Pública para discutir a Segurança Pública da nossa cidade. Na ocasião, estiveram presente a sociedade civil, vereadores, Presidente da Câmara Glaucione Gomes, Prefeito Antonio de Eloi, Pároco Robinho, autoridades policiais como: Capitão Leite, Tenente Dos Santos, Tenente Coronel Gilberto […]

22/10/2018 8h22 Atualizado há 4 anos atrás

No último dia 19 de outubro de 2018, ocorreu na Câmara Municipal de Sertãozinho uma Audiência Pública para discutir a Segurança Pública da nossa cidade.

Na ocasião, estiveram presente a sociedade civil, vereadores, Presidente da Câmara Glaucione Gomes, Prefeito Antonio de Eloi, Pároco Robinho, autoridades policiais como: Capitão Leite, Tenente Dos Santos, Tenente Coronel Gilberto comandante do 4°Batalhão e o Policial Civil, Jandilson Figueiredo, sindicatos, comerciantes, gestores (as) escolares.

Ao longo da noite os moradores da cidade de Sertãozinho e os presentes puderam expor sua ideias e expor angústias em relação à segurança da cidade.

De acordo com o Professor Alexandre Oliveira, em sua rede social Facebook: “(…) Muito pertinente e produtiva a referida Audiência com apresentação de apelos e sugestões para uma segurança de qualidade a fim de coibir as últimas ocorrências de assaltos e roubos que vinha sendo feito no nosso município.”

Ainda de acordo com Alexandre Oliveira “(…) Muitos pedidos para aumentar o número de viatura, de policiamento, mas como professor e zelador da boa educação me ficou na memória as palavras do comandante de que se apenas a quantidade de polícia bem equipada nas ruas resolvesse a violência, não teríamos o problema que há hoje no Rio de Janeiro, bem como completou o representante da Polícia Civil que segurança pública se começa com a prevenção na educação dos bons costumes dentro de casa, na escola, nas ruas, nas igrejas e na sociedade como um todo. Mas, isso leva tempo e talvez no ‘mundo da agilidade’ que vivemos colocamos toda carga e culpa na polícia que não resolve o problema. Cada um tem uma parcela de contribuição: educar e denunciar.”

“Juntos Construindo Uma Nova História”


Ao continuar navegando no nosso portal, você concorda com a nossa Política de Privacidade. Para ter mais informações, acesse nossa página de Política de Privacidade

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support